Constelações: Relacionamentos

Constelações para os Relacionamentos

Ao nascermos, integramos um grupo familiar e estabelecemos vínculos sem questionarmos a natureza do núcleo a que sentimos “pertencer”. Entregamo-nos incondicionalmente ao amor a partir dessa pertença e fidelidade dos nossos, desconhecendo que o seu passado afecta o nosso presente.
No processo de crescimento, sentimo-nos impelidos para a construção de novos vínculos, de uma nova relação.

Mas, o parceiro amoroso ou parceira amorosa que idealizamos pode estar também condicionado pelos seus padrões familiares. Dois padrões familiares cruzam-se desta forma, tornando esta Constelação ainda mais complexa pois observamos muitas vezes dor, sofrimento e um contínuo problema no relacionamento.

O Amor é Lindo

A Constelação Familiar para os Relacionamentos ou “O Amor é lindo”, como gostamos de lhe chamar, faz-nos olhar detalhadamente para as dinâmicas que herdamos inconscientemente dos nossos antepassados e a reflectir sobre o tipo de pessoas que atraímos para a nossa vida. Nesta constelação dedicada ao Amor analisamos conscientemente os falhanços amorosos, onde observamos os padrões repetidos, devido à nossa experiência Consteladora.

Poderemos, depois, chegar a uma relação sem fantasias em que aceitamos a outra pessoa na sua verdade, sem idealizações, construindo por fim uma relação mais saudável e livre de condicionamentos inconscientes.

Em “O Amor é lindo” os problemas com relacionamentos são vistos sob uma nova luz, fazendo-nos entender os padrões que carregamos através da nossa ligação à família para, finalmente sendo apenas Nós Mesmos.

Os participantes passarão a conhecer as leis invisíveis que reclamam uma certa ordem nas relações afectivas e nos casamentos ou relacionamentos. Ao compreender-se a importância das regras do dar e do receber bem como a presença da energia de anteriores parceiros e antepassados se manifesta negativamente nas relações amorosas, é possível alcançar, finalmente, a harmonia numa relação a dois e acabar com muitos dos problemas dos casamentos.

“O Amor é Lindo.”

Antes de Participar

Cada participante deve recolher a seguinte informação sobre a sua própria família antes do Seminário:

Doenças recorrentes e/ou mortais na família.

Pessoas tratadas injustamente, excluídas ou esquecidas pela família.

Violações.

Adopções.

Mortes trágicas.

Assassinatos.

Assassinos por razões políticas ou outras razões.

Conflitos devido a heranças.

Rupturas económicas.

Depressões.

Ruptura de relações importantes.

Abortos.

Adições.

Divórcios.

Novas uniões.

Meios-irmãos conhecidos ou desconhecidos.

Difamação.

Roubos importantes.

Segredos de família.

Morte de pessoas jovens.

Suicídios.

Tentativas de suicídio.

Prisioneiros.

Fraudes.

Acidentes.

Pessoas torturadas e desaparecidas.

Feitos de guerra.

Fortunas com origem suspeita.

Relações do pai ou da mãe antes da sua união.

Filhos que morreram a seguir ao parto ou de tenra idade.

Anorexia ou bulimia.

Doenças degenerativas.